segunda-feira, 29 de junho de 2009

MICHAel jackSON



Parou de bater pra sempre
Seu coração traiçoeiro
Deixando todos tristes
Quase o mundo inteiro
Foi pra ultima morada
Tão cedo e tão ligeiro.

Era uma quinta feira
Quando isso aconteceu
Todos os fãs choravam
O nosso Michael morreu
O maravilhoso pop star
Tão rico e tão plebeu.

O pobre menino rico
Foi para última morada
Tomara que sua música
Lá, também seja cantada
Que todos os anjos digam
Michael Jackson camarada.

Que a terra do nunca
Ele encontre lá também
Que tenha anjos cantando
Em coro dizendo amém
Que o carreguem nos braços
Num alegre vai e vem.

Michael, esta é minha
Homenagem singela
Quero dizer pra você
Da forma mais bela
Que a morte não existe
È só uma troca de tela.

Cleusa Santo - Poetisa e Atriz

26/06/09
cascordel@yahoo.com.br

2 comentários:

Lendo Cordel disse...

O que posso dizer.
Tua arte me eleva,
Ao mais alto pedestal.
Tua obra me enleva.
Me facina a beleza.
Tú és perfumada Erva.

vandeteyung@ig.com.br

Vandete Bandeira Yung - Tay disse...

Ola Diego, sempre volto ao seu blog, me ajuda a melhorar o meu trabalho de cordel.
Gostaria que você visse meus novos trabalhos.
Seu comentário é muito importante.
Saudade bjssssssssss
vandetepoemablogspot.com